Os sítios petfriendly de Lisboa
Back to posts

Os sítios petfriendly de Lisboa

Back to posts

Os sítios petfriendly de Lisboa

Os sítios petfriendly de Lisboa

Sabias que já podes ir comprar roupa ou aquela prenda de última hora e não ter que deixar o cão no carro a arfar? Há um centro comercial em Lisboa dogfriendly. Sabe qual e quais são os melhores sítios da capital para passeares o teu melhor amigo de 4 patas.

No início do ano, saiu a nova lei que determina que os animais deixam de ser coisas e passam a ser considerados seres vivos altamente sensíveis, com direitos que devem ser respeitados sob pena de prisão (1 ano) ou multa até 120 dias. Direitos tão básicos como os de garantir que o animal tem sempre acesso a água, alimentação e cuidados médico-veterinários, mas que eram (e continuam a ser) tantas vezes reportados por simplesmente não existirem. Desde então, várias iniciativas têm vindo a ser tomadas no sentido de proporcionar aos nossos amigos de 4 patas as melhores condições ou o simples prazer de nos poderem acompanhar para todo o lado.

O centro comercial Alegro, em Alfragide sagrou-se, desde Maio (mês em que a lei foi aprovada), como o primeiro centro comercial petfriendly do país, permitindo a entrada de
cães e o seu passeio em zonas próprias. Quem o quer fazer precisa de tirar um passaporte mas descansa que não tens que ir para as filas da loja do cidadão para o fazer. É apenas um documento que pode ser requisitado no ponto de informação do centro comercial e que permitirá a entrada do animal. Para isso terás que fornecer os seguintes dados: documento de identificação do dono, boletim de vacinas do cão em dia, registo do microship e seguro de responsabilidade civil do animal. É ainda necessário que o cão ande com rédea curta, ou seja, não é permitido o uso de trelas extensíveis. Há lojas dogfriendly que já aderiram à iniciativa e nas quais podes entrar com o cão mas fora essas, só é permitida a circulação nas zonas comuns (corredor entre lojas, estacionamento e acesso de estacionamento ao centro) e proibido circular com eles nas zonas de restauração, hipermercado e lojas que não estejam identificadas com a sinalética “Bem- vindo cãopanheiro”.

Um mês depois de o Alegro aprovar a entrada de cães, abriu outro espaço incrível para eles, bem no centro de Lisboa. O Jardim Fernando Pessa, no Areeiro que tem 180 metros
quadrados de equipamentos como o sobe e desce, barreiras de salto e túnel que fazem com que o cão se divirta e gaste energia. Como qualquer outro parque de cães, existem wc canino e bebedouros, mobiliário urbano, guardas e vedações. E vão ser 20 os parques dedicados exclusivamente a eles em Lisboa, onde podem andar sem
trela, brincar, correr e saltar livremente. Depois do primeiro – Campo Grande – que resultou de uma votação do orçamento participativo de Lisboa, os que se seguem incluem Belém, Alameda, Alvalade e Bela Vista e alguns até vão ter ponto de água para lavagem, especialmente útil para quem cães grandes e vive em apartamentos. Para além dos espaços exclusivos para eles, há também alguns cafés, lojas ou mesmo cabeleireiros para onde os podemos levar connosco e a tendência é que surjam mais, fazendo acompanhar aquilo que já se passa noutro países da Europa onde o normal é ver os cães nos cafés com os donos, nos restaurantes ou transportes públicos e não cá fora preso ao primeiro poste que aparecer. Alguns exemplos são: Embaixada + Entretanto, no Príncipe Real, o Noobai café na Rua de Santa Catarina ou o Café na Fábrica, no Lx Factory.

É caso para perguntar: e tu, já foste tomar café com o teu cão hoje?

The latest on Instagram